Empreender sempre esteve nos planos de Mayara Martins, empresária e proprietária da Bijuices. A loja comemora, não somente os três anos que completou agora em dezembro, mas um crescimento de mercado e uma conquista tão importante: o registro da marca.

A Companhia das Marcas conversou com a Mayara, que é proprietária, fotógrafa, modelo, publicitária – ufa -, da Bijuices, que nos contou um pouco sobre o surgimento da empresa e como o registro da marca pode levar seu empreendimento ainda mais longe.

Companhia das Marcas: Mayara, nos conte sobre o surgimento da Bijuices e como decidiu abrir sua empresa.

Mayara Martins: Sempre gostei de trabalhar com vendas, porque minha mãe tem uma loja de roupas, então cresci nesse mundo. Além disso, desde a faculdade eu vendia algumas coisas, desde bijuterias a rasteirinhas, para completar a renda. Eu sou formada em Serviço Social e atuei no Piauí como Assistente Social por três anos. Vim para São Luís (MA) porque casei, porém, aqui, o trabalho na minha área de formação não estava me fazendo completa.

Então meu esposo me incentivou a iniciar um negócio aqui em São Luís, mesmo eu não conhecendo quase ninguém. Fui na cara e na coragem! Me joguei, mesmo sem ter um fornecedor.

C.M.: E de onde veio a inspiração para este nome? Atualmente, existem quantas lojas Bijuices?

M.M.: O nome Bijuices foi ideia de um colega publicitário. Ele falou e de cara eu já amei! Achei super a cara da loja e prático de pegar. No dia 14 de dezembro de 2021 a Bijuices completou três anos aqui em São Luís e já temos uma filial em Teresina (PI), com um ano de existência, onde minha irmã é sócia.

C.M: E quando você percebeu que era importante fazer o registro da marca? Você já tinha pensado nessa questão?

Quando a loja fez um ano, e conversando com uma amiga, eu relatei a vontade que tinha há tempos de registrar a marca, porém tinha medo do valor e achava que era algo de outro mundo. Foi aí que ela me apresentou a Companhia das Marcas e me encantei pelo atendimento, como eles são acessíveis e me deixavam informada de todas as etapas do meu processo, que nem demorou. Eles facilitaram minha vida e sou muito grata.

C.M.: Para você, registrar a Bijuices é uma oportunidade para abrir novas portas para os negócios?

M.M.: Acredito na importância do registro de marca pois você tem sempre que pensar grande. Se eu me dedico todo dia à minha empresa; se eu durmo e acordo pensando em melhorias, crescimento e reconhecimento, por que não registrar? Essa é uma etapa fundamental quando se abre uma empresa. Graças a Deus o meu nome deu certo de primeira. Receber o registro foi um dia mágico. Usar o ‘R’ ao lado da marca é uma sensação indescritível.

Leave a Reply